terça-feira, 17 de maio de 2011

Mara Pedro (Das Beiras para o mundo)


Por muito que se disser
Quem canta seus males espanta
Não canta o fado quem quer
Nem mesmo boa garganta
É um dom que vem de Deus
Sentimento português
Para ficar aprendido
Basta cantar uma vez

O fado
Por muito que se disser
Não o canta só quem quer
Não é fadista quem calha
O fado
Assim á primeira vista
Esta nos versos de um poeta
E na alma de um artista

É das cordas da viola
Que sai o fado corrido
Junta-se uma guitarra
É o nosso fado sentido
E das beiras para o mundo
O fado desabrochou
“Ela abre a boca e sai fado”
E logo nos encantou

E tu
Que o cantas como ninguém
É um sentimento que vem
Da tua alma de artista

O fado
Assim á primeira vista
Está nos versos de um poeta
E na alma de um artista

E tu
Nasceste fadista!!!