domingo, 30 de janeiro de 2011

SEGREDO!...





Tu não digas a ninguém
Que guardado num cantinho
Que não sei se mostre alguém
Está todo o meu carinho.

É um amor que desconheces
Nem eu própria o conhecia
E que tu não o soubesses
O meu coração pedia.

E este amor tão guardado
Que vai resistindo ao tempo
E parece quase nada.

Tem-me sempre acompanhado
E alivia o sofrimento
Da minha alma amargurada!

Sem comentários:

Enviar um comentário